quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Bouguereau




Adolphe William Bouguereau
1825-1905





Adolphe William Bouguereau nasceu a 30 de Novembro de 1825 em La Rochelle, França e morreu na mesma cidade a 19 de Agosto de 1905.
Bouguereau foi um conceituado pintor neo-clássico do século XIX, despretensioso e modesto.
Logo após terminar os seus estudos na Escola de Belas Artes de Paris, em 1850, conquistou o Prémio de Roma, pelo seu quadro histórico "Zenóbio".
Mais tarde, como professor na mesma escola, opôs-se firmemente aos pintores impressionistas, especialmente a Edouard Manet (1832-1883), colocando-se como um dos defensores intransigentes da pintura académica.
O academismo (ou neoclassicismo) remete-nos ao estilo pictórico da Idade Média (Arte Românica e Gótica) e ao Renascimento, e embora a pintura académica tenha sofrido algumas alterações com o decorrer do tempo, ainda é possível ver, nos quadros de Bouguereau, a semelhança extraordinária com as Madonas de Rafael, e os anjos de Michelângelo.
Comparando a obra de Bouguereau com as obras de qualquer pintor impressionista, dá para notar a diferença entre os dois estilos, o que originou uma luta furiosa entre os dois movimentos.
A maior parte das suas obras foi pintada na sua terra natal, La Rochelle, no jardim do seu estúdio, num estilo realista quase fotográfico que se tornou um sucesso entre os coleccionadores do seu tempo, embora  tenha sido relativamente esquecido pela celebridade dos impressionistas seus contemporâneos.
Em 1896, com 71 anos de idade, casou com uma estudante de arte, norte-americana, Elizabeth Gardner (1837-1922).
Retrato de Elizabeth Gardner, pintado por Bouguereau

Aqui ficam algumas das obras que foram recentemente adquiridas pelo Museu D’Orsay, Paris.
Dante et Virgile aux Enfers, 1850
Óleo sobre tela, 281 x 225 cm

La Charité ou Famille Indigente, 1865
Óleo sobre tela, 121,9 x 152,4 cm

Compassion, 1897
Óleo sobre tela, 280 x 130 cm

Les Oréades, 1902`
Óleo sobre tela, 236 x 182 cm


Sem comentários:

Publicar um comentário