terça-feira, 7 de setembro de 2010

Sébastien Bourdon

Sébastien Bourdon
1616-1671

Pintor de obras históricas, retratos e paisagens, considerado competente, mas não brilhante.

Sébastien Bourdon nasceu em Montpellier, em 1616, mas com a idade de sete anos foi levado para Paris.
Cerca de 1634, seguiu para Roma, onde permaneceu três anos, aperfeiçoando o estilo na imitação dos bamboccianti e de Giovanni Gastiglione. Embora fosse capaz de pintar em qualquer estilo nunca criou forma pessoal. Constituiu mais uma prova do valor de Claude Lorrain do que de Bourdon a circunstância de este último, ter feito passar uma das suas pinturas como sendo da autoria de Claude.
Novamente em Paris desde 1637, Bourdon continuou a trabalhar num estilo italianizado. Em 1643, pintou uma ambiciosa obra barroca, intitulada Martírio de S. Pedro.

Em 1652, a convite da rainha Cristina, foi para a Suécia, onde pintou retratos da soberana e da sua corte. Quando a rainha abdicou, em 1654, Bourdon regressou a Paris, onde continuou a ter grande êxito como retratista. Esses retratos foram os seus melhores trabalhos. O estilo da sua fase derradeira tornou-se mais limitado e denota influência de Poussin, embora Bourdon lhe tivesse juntado um certo encanto suave que agradava ao seu público. Contudo, foi nestes últimos trabalhos que atingiu um estilo mais pessoal.

Fonte: Enciclopédia Ilustrada de Pintura, Desenho e Escultura - Grolier Incorporated - 7ª. Publicação - 1979

O Forno
Óleo sobre tela, 172,5 x 245,5 cm
Alte Pinakothek, Munich, Germany

Cristina da Suécia a Cavalo
Óleo sobre tela, 340,5 x 303 cm
Museu do Prado Madrid

Paisagem
Óleo sobre tela, 20,3 x 31,8 cm
The Fitzwilliam Museum, Cambridge, UK

Lamento
Óleo sobre tela, 55,5 x 46 xm
National Gallery of Australia

O Homem de Fitas Pretas
Óleo sobre tela, 106 x 85 cm
Museu Fabre, Montpellier

Sem comentários:

Publicar um comentário