terça-feira, 10 de maio de 2011

Ilya Repin








Ilya Repin
1844-1930








Ilya Repin Efimovich, nasceu no ano de  1844 em Chuguev, província de Kharkov, na actual Ucraniana. Em 1858 recebeu as suas primeiras lições de pintura com o  pintor  Bunakov e, aos dezanove anos foi estudar para a Academia de Arte de São Petersburgo. A sua chegada à capital coincide com um importante acontecimento na vida artística da época, o “Motim dos Catorze”, assim chamado,  pelo facto de catorze jovens artistas terem abandonado a Academia, por recusarem usar temas mitológicos nas suas obras curriculares. Eles defendiam que a arte deve estar perto da vida real. Mais tarde, Ilya Repin estaria intimamente ligado com alguns deles, os membros da Sociedade de Peredvizhinsky.
Repin viu o seu trabalho reconhecido quando em 1873 terminou a obra Os Sirgadores do Volga e com a obra Criação de “Daughter Jauris” de 1871, Repin foi galardoado com uma medalha de ouro e uma bolsa de estudos para o exterior.
Entre 1873 3 1876, Repin viaja pela Itália e, trabalha em Paris, aí testemunhou a primeira exposição dos impressionistas, e a julgar pelas obras criadas e pelo teor das cartas enviadas para casa, Repin não se tornou um adepto fervoroso da nova escola de pintura em Paris.
Repin regressa à Russia instala-se em São Petersburgo e, durante os anos seguintes pinta a maioria das suas principais obras.
Em 1900 durante uma das suas viagens a Paris, Repin conheceu Natalia Nordman “o amor da sua vida”, para ficar junto de Natalia, Repin muda-se para casa dela em Penaty (Penates) em Kuokkala (Finland) situada a cerca de uma hora de viagem de São Petersburgo. Juntos organizaram as famosas quartas-feiras de Penaty, que atraiu a elite criativa da Rússia.
Natalia Nordman morreu em 1914 deixando a propriedade para a Academia, mas Ilya Repin ocupou-a até à sua morte em 1930.
Em consequência duma atrofia na mão direita Repin deixou de produzir obras com a mesma qualidade daquelas que lhe tinham granjeado a fama, por isso os seus últimos anos foram vividos sob uma forte pressão financeira. Como artista, Repin não aceitou a Revolução de Outubro de 1917 e, nunca mais voltou à Rússia, apesar de em 1926 uma delegação enviada pelo Ministério da Educação da União Soviética, o ter ajudado financeiramente tentando seduzi-lo a voltar.
Repin morreu em 1930 na Finlândia. Em 1940 Penates foi aberto ao público como casa Museu. Em 1948 a cidade de Kuokkala fez-lhe uma homenagem, tendo-o rebatizado de Repino.

 Retrato de Rapaz, 1884
Óleo sobre tela, 57,20 x 44,10 cm
The Metropolitan Museum of Art, Nova Iorque

Vsevolod Mikhailovich Garshin, 1884
Óleo sobre tela, 88,90 x 69,20 cm
The Metropolitan Museum of Art, Nova Iorque

Beggar (Fisher Girl), 1874
Óleo sobre tela, 74 x 50 cm
Museu Regional de Arte V. P. Sukachov, Irkutsk, Russia

Natureza morta com Maçãs e Folhas, 1879
Óleo sobre tela, 64 x 75,50 cm
Museu Estatal Russo, San Petersburgo

Lev Nikolayevich Tolstoy (Leo Tolstoy), 1887
Óleo sobre tela, 124 x 88 cm
Galeria Estatal Tretiakov, Moscovo

Os Sirgadores do Volga, 1873
Óleo sobre tela, 131,50 x 281 cm
Museu Estatal Russo, São Petersburgo


Vida e Obra deste artista em: http://www.ilyarepin.org/

Sem comentários:

Publicar um comentário