quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Grão Vasvo

Grão Vasco
1475/1480-1541/1542

Um pintor português do Renascimento

Grão Vasco foi como ficou conhecido para a posteridade, o pintor Vasco Fernandes. Nasceu no último quartel do século XV, cerca de 1475-1480.
Em Viseu, morou e teve oficina, activa entre 1506 e o final da década de 1530. Morreu por volta de 1541-1542. Com quem aprendeu a pintar, não sabemos. Vários historiadores de Arte têm colocado a hipótese de Vasco Fernandes ter colaborado no retábulo do altar-mor da Sé de Viseu, nesse caso, esta seria a sua primeira obra conhecida.
O principal Mestre desse retábulo foi Francisco Henriques, que era flamengo e veio para Portugal no início do reinado de D. Manuel I.
Tenha Vasco Fernandes colaborado ou não nesse retábulo, o que parece evidente é que, tendo estado perto dessas pinturas, com eles muito aprendeu. Vasco Fernandes conhecia bem os pintores mais importantes de Lisboa: Jorge Afonso, Cristóvão de Figueiredo, Gregório Lopes e Garcia Fernandes. Ficaram documentadas pelo menos, duas idas do pintor de Viseu a Lisboa, a primeira em 1513, e a segunda em 1515. Durante esta última estada, sabemos que visitou a oficina do principal pintor régio, Jorge Afonso.
A Grão Vasco devemos um dos melhores corpus da pintura portuguesa do Renascimento.

Fonte: Grão Vasco – Pintores Portugueses Textos de Sofia Lapa – QN-Edição e Conteúdos, SA

Criação dos Animais
Óleo sobre madeira de castanho, 174 x 92 cm
Retábulo do Altar-mor da Sé de Lamego, Museu de Lamego, Portugal

Anunciação
Óleo sobre madeira de castanho, 173 x 92 cm
Retábulo do Altar-mor da Sé de Lamego, Museu de Lamego, Portugal

Visitação
Óleo sobre madeira de castanho, 177 x 93 cm
Retábulo do altar-mor da Sé de Lamego, Museu de Lamego, Portugal

Calvário
Óleo sobre madeira de castanho, 142,3 x 239,3 cm (painel central)
Capela do Calvário da Sé de Viseu, Museu de Grão Vasco, Viseu, Portugal

Última Ceia (pormenor)
Retábulo do Altar-mor da Sé de Viseu, Portugal


Sem comentários:

Publicar um comentário