quarta-feira, 18 de maio de 2011

Luis Fernández

Luis Fernández
1900-1973

Luis Roberto Fernández López, nasce a 29 de Abril de 1900 em Oviedo, Espanha, é o segundo de quatro irmãos. Aos cinco anos perde o pai e aos nove anos morre sua mãe, Luis e seus três irmãos, mudam-se para Madrid , instalando-se inicialmente em casa do avô paterno, Enrique Fernández López.
Em Maio de 1911, vai viver para Barcelona em casa de um tio materno, aí começa a ter aulas nocturnas de desenho e pintura numa escola particular ao mesmo tempo que trabalha numa relojoaria situada nas Ramblas.
Entre 1912 e 1921 frequenta a Escola de Artes e Ofícios  e Belas Artes de Barcelona, embrenha-se assim no mundo artístico da cidade conhecendo vários artistas e, começa a frequentar a Sociedade Artística e Literária da Cataluña, fundada em 1900. Em 1917, decide sair de casa de seu tio, e para ganhar a vida trabalha em diversas actividades. No final do curso académico, recebe um prémio de assiduidade e pontualidade, pelo seu trabalho na oficina de encadernação da Escola Artes e Ofícios e Belas Artes de Barcelona.
Em 1923 começa a praticar a modalidade de escultura na modalidade de talha em pedra.
Em 1924 vai para Paris com a intenção de entrar em contacto com um ambiente artístico mais avançado. Durante os anos seguintes Luís Fernández participa activamente tanto na vida artística como política da época. Em 1927 casa com Esther Chicurel, uma judia sefardita. Realiza algumas obras em estreita colaboração com Picasso.
Finalizada em 1 de Abril de 1939 a Guerra Civil de Espanha com a derrota dos republicanos, aos quais tinha mostrado a sua simpatia, Luís Fernández se integra em Setembro na Association des Amis de la République Française. Com o início da Segunda Guerra Mundial, Esther, de origem judia, tem de abandonar Paris. Tomada Paris pelas tropas alemãs, a vida de Fernández também se vê ameaçada pela sua condição de maçon. Apesar de tudo, está documentada  a ajuda prestada pelo pintor à Resistência francesa durante a ocupação.
Os anos de 1947 e 1948, foram anos de recolhimento, devido a uma forte depressão que se apoderou dele. Em 1950 realiza a sua primeira exposição individual na Galerie Pierre de Paris, que foi um êxito de público e de crítica.
Em Setembro de 1954, morre repentinamente Esther e, Fernández entra novamente em depressão, mas em 1959 casa com Yvonne Bauguem.
Morre em Paris em Setembro de 1973, o mesmo ano da morte de Picasso.

 Sem título, 1930
Óleo sobre tela, 28,20 x 28,50 cm
Colecção Particular, Barcelona

Pintura erótica, 1936
Óleo sobre tela, 52 x 65 cm
Museu de Belas Artes de Asturias, Oviedo, Espanha

 Corrida de Touros, 1940
Óleo sobre tela, 195 x 130 cm
Museu de Belas Artes de Bilbao, Espanha

 Cabeça de Carneiro e Presunto, 1940
Óleo sobre tela, 33 x 54,60 cm
Colecção Particular, Estados Unidos

 Cabeça com Maçãs, 1939
Óleo sobre papel colado em tábua, 50 x 65 cm
Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia
Madrid, Espanha

 Mulher dormida, 1939
Óleo sobre madeira, 50 x 65 cm
Museu de Belas Artes de Asturias, Oviedo, Espanha

 À maneira de Picasso, 1942
Grafite sobre papel, 60 x 80 cm
Colecção particular

 Natureza Morta, Maçãs e Queijos, 1944
Óleo sobre tela, 57 x 72 cm
Musée d'Art Moderne de la Ville de Paris,  França

 Natureza Morta, Copo e Maçãs, 1946
Óleo sobre tela, 33 x 40 cm
Colecção particular

 Natureza Morta com Faca, 1961
Óleo sobre pavatex, 50 x 61 cm
Colecção de Arte Contemporânea da Telefónica, Madrid, Espanha

 Cabeça de Vitela, 1944
Óleo sobre tela, 65,50 x 81 cm
Colecção de Arte Contemporânea da Telefónica, Madrid, Espanha

 Auto-retrato, 1934-1935
Óleo sobre tela, 76,50 x 57 cm
Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia,
Madrid, Espanha

 Rosa, 1952-1955
Óleo sobre tela montada em madeira, 21,90 x 15,90 cm
Colecção Adelaide de Ménil, Estados Unidos

 Rosa, 1965
Óleo sobre tela montada em madeira, 16,80 x 21,90 cm
Colecção particular, Nova Iorque, Estados Unidos

 Barco Afundado, 1958-1959
Óleo sobre tela montada em madeira, 33 x 41 cm
Colecção particular

 Copo de Vinho e uma Fatia de Pão sobre uma Toalha Branca, 1959-1961
Óleo sobre papel, 30,30 x 21,30 cm
Institut Valencià d'Art Modern, Generalitat Valenciana, Espanha

 Pombas, 1963-1965
Guache sobre papel, 44,50 x 62 cm
Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia, Madrid, Espanha

 Rosa com uma vela, 1971-1973
Tinta da china e guache sobre papel, 31,50 x 49 cm
Museu de Belas Artes de Asturias, Oviedo, Espanha

Candelabro e Copo, 1958-1959
Óleo sobre tela, 27 x 35 cm
Colecção de Arte Contemporânea da Telefónica, Madrid, Espanha

Fonte: Luis Fernández, por Alfonso Palacio, Fundação MAFRE, Espanha

Sem comentários:

Publicar um comentário