quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Fra Angelico

1387 - Nasce Fra Angelico, na aldeia de Vicchio di Mugello, Toscana, Itália, tendo sido batizado com o nome de Guido di Pietro Trosini.


1407 - Entra para o mosteiro dominicano de Fiesole, próximo de Florença, pelo que foi também conhecido como Giovanni da Fiesole e Fra Giovanni.(Fra igual a Frei em italiano).

1409-1914 - A política papal exila os monges para Foligno, na Úmbria.

1414-1418 - A peste leva-os para Cortona.

1419 - Regressa a Fiesole e toma o nome de Fra Giovani.

1433 - Recebe a encomenda para pintar o Tríptico das Fiandeiras.

1436-1445 - Trabalha nas pinturas murais do Convento de S. Marcos em Florença, por encomenda de Cosimo de Médicis.

1445 - É convidado pelo Papa Eugénio IV, para visitar Roma. Pinta o retrato de Carlos VII de França.

1447 - Começa a pintar os frescos da Capela de San Brizio em Orvieto.

1447-1449 - Vai para Roma com o seu aluno Gozzoli para pintar frescos dos Santos Estevão e Lourenço na Capela Nicolina do Vaticano.

1449-1452 - Regrassa a Fiesole onde é eleito prior.

1455 - Regressa a Roma onde morre a 18 de Fevereiro de 1455.

Desde muito cedo, Fra Angelico ganhou fama pela sua capacidade técnica em composição e cor e foi promovido a superintendente de uma activa oficina dentro da Ordem. O seu tíitulo religioso era Fra Giovani, mas os outros frades deram-lhe a alcunha de “Angelico” devido à sua piedade e ao belo trabalho que fazia. Tem fama de nunca ter alterado ou retocado as suas pinturas, acreditando firmemente que fazê-lo seria contra a vontade de Deus.

Ele viria a tornar-se, um dos mais significativos artistas renascentistas de Itália.

Em 1982 foi beatificado, pelo Papa João Paulo II, sendo agora oficialmente denominado Beato Fra Angelico.

Em 14 de novembro de 2006, foram encontrados mais dois retábulos pintados por Fra Angélico, que estavam desaparecidos há pelo menos 200 anos. Estas peças foram localizadas numa humilde residência inglesa, em Oxford.

Fontes: http://www.infoescola.com/
100 Grandes Artistas (livro do Circulo de Leitores)

Sem comentários:

Publicar um comentário